terça-feira, 5 de março de 2019

Atualização – Janeiro e Fevereiro/2019


Saudações, amigos e amigas da Blogosfera!

O que aconteceu? Esta bodega fechou?


Cadê o ProfessÔ?!


PI enriqueceu?




Definitivamente, não!

Só não estava conseguindo chegar a este momento de divulgação do patrimônio. Então, sem delonga, vamos aos fatos.

2018 passou, com muito aprendizado e crescimento do patrimônio tranquilo. 2019 vem com tudo. Algumas promessas e metas a serem buscadas…

Como não fiz a atualização de janeiro, vou resumir agora e em seguida, apresento os resultados de fevereiro.

Receitas Janeiro/2019 – foram incrementadas com alguns “atrasados”. Nada muito relevante.

Despesas Janeiro/2019 – mês atípico, de férias, gastos subiram. Chegaram a 80% da receita. Sabe quanto foi para o pagamento de contas de final/início de ano? Nada vezes zero! E viva a mensalização destas contas.

Aportes Janeiro/2019 – R$ 3.390,37 em Ações, CDB, Tesouro, Poupança e um engatilhado na Conta-Corrente.


Ouvi Poupança???


É... poupança... e Conta-Corrente. Sem tempo para explicar.

Rendimentos e Dividendos – Muitos. R$ 37,48.

Patrimônio Líquido – passamos os 60k, chegando a R$ 61.650,36!


...e contando!


Agora, Fevereiro
Após passadas as férias, voltamos com toda a vontade. Gastos continuaram altos com reformas, mas os investimentos também estão bombando.

Receitas e Despesas
Receita novamente com “não recorrentes”, incrementando o bolo. Despesas passando do programado, chegando a 57% da receita, porém, com gastos grandes para as reformas que fizemos em casa.

Aportes
R$ 1.378,44 em ações, FII e Tesouro. Alguns CDBs e LCIs venceram e, junto aos valores parados em conta e na poupança, realoquei em CDB de médio prazo.
Neste mês, estudei a entrada em novos fundos. Os escolhidos foram o CEOC11, FFCI11, GGRC11 e XPLG11. Além de aumentar minha participação em CIEL3 e FLRY3.

Rendimentos e Dividendos
No mês:
R$ 0,76 – ITUB3
R$ 12,28 – BBSE3
R$ 4,51 – BRCR11
R$ 3,36 – RNGO11
R$ 2,37 – IRDM11
R$ 0,54 – CEOC11
R$ 0,50 – FFCI11

Totalizando, R$ 24,32 entre proventos e dividendos.


Patrimônio Líquido
Assim, o patrimônio chega a R$ 62.777,39, aumentando gradativamente e com segurança.

E Março?
Março vem aí, com metas renovadas, muito trabalho e foco total no crescimento pessoal, no qual inclui a vida financeira. Estou olhando oportunidades de criar outras formas de receita. Mas isso, conto outra hora.

Até lá e abraço a todos!


segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Atualização – Dezembro/2018 (Fechamento do Ano)




Saudações, amigos e amigas da Blogosfera!


Fala, seus abestadus!!


Fechando a conta e passando a régua em 2018... Foi PUXAAAAADOOO! Ano de muito trabalho, de estudos e de evolução nas finanças.

Após algumas leituras, em outros blogs e reflexões, resolvi mudar um pouco o blog, deixando apenas o lado financeiro aparecer. Isso deve ter ficado perceptível nas últimas postagens, quando parei de falar de pontos pessoais, como saúde e trabalho. Por enquanto, ficamos assim. Só finanças. Mas está é uma mudança que merece mais reflexão em 2019.

Em 2018, de positivo, além dos investimentos realizados, pude me dedicar ao estudo e à qualificação pessoal voltada à educação financeira. Também consegui consolidar o Fundo para gastos sazonais previsíveis e estou indo além. Falarei mais sobre isso, nos próximos meses.

De negativo, apenas o não alcance da meta patrimonial.

Bora lá fazer a atualização!

Receitas e Despesas
A receita foi maior este mês em função do recebimento de férias, 13º e do resultado do negócio relâmpago. As despesas representaram apenas 45% da receita, porém, neste mês, fiz alguns ajustes na contabilidade, não dando a possibilidade de estabelecer uma comparação exata com os outros meses.

Aportes
Os aportes somaram R$ 2.779,77 e foram realizados em Fundos de Investimentos Imobiliários e CDB.
Neste mês, estudei a entrada em novos fundos. Os escolhidos foram o RNGO11 e o IRDM11.

Rendimentos e Dividendos
No mês:
R$ 14,97 – ABEV3
R$ 0,51 – ITUB3
R$ 0,56 – LINX3
R$ 11,13 – PSSA3
R$ 3,90 – CVCB3
R$ 5,32 – CIEL3
R$ 3,85 – BRCR11


Total de R$ 40,24.


Money, money, money...


Patrimônio Líquido
A carteira, ao final deste ano, ficou em R$ 55.986,79. Um bom crescimento – 67% neste ano.


Professor, construindo seu patrimônio.


Enfim, 2018...

Nas finanças, este foi um ano mais tranquilo em relação ao anterior. Consolidações, aportes consistentes e frequentes, e outras situações ajudaram na construção patrimonial sólida, apesar de ainda estarmos no início.

Em relação às metas, vou lançar em outro post aquelas que atingi e as que não alcancei. Adianto que o saldo foi positivo!

Para 2019…
A expectativa é aumentar gradativamente o patrimônio, mantendo uma segurança nas finanças, sem deixar de olhar oportunidades e de buscar novas formas de receita. 

Ainda estou montando as metas para este próximo ano, a partir da avaliação das de 2018. Quando prontas, coloco aqui.

Até lá, abraços!




quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Atualização – Novembro/2018



Novembro finalizado, é hora do Professor tirar as teias do blog e mostrar o que aconteceu no mês. Resumindo: nada!




O negócio planejado não rendeu muito. O investimento foi pago e sobrou algum. Mas, a pessoa responsável pelo trabalho encontrou outro trabalho. Receberei o lucro no próximo mês.

Receitas e Despesas
A receita, portanto, veio do apenas da remuneração mensal. As despesas ficaram dentro do programado, não ultrapassando 70% da renda total.

Aportes
R$ 1.405,86 divididos em Tesouro, CDB para Reserva e Bolsa. Comprei mais ações da M Dias Branco e entrei como sócio da Cielo.

Rendimentos e Dividendos
Novembro retornou mais dividendos:
R$ 0,51 – ITUB3
R$ 9,82 – KROT3
R$ 9,23 – GRND3
R$ 5,44 – IRBR3
R$ 3,85 – BRCR11

Fechando R$ 28,85.

Patrimônio Líquido
A carteira, ao final do mês, rompeu os 50k, novamente, ficando agora em R$ 52.320,10. Um ótimo crescimento.

Para Dezembro…
A expectativa é aumentar os aportes, com a chegada de 13º entre outros. Talvez tocar nos 60k, no final das contas. Quem sabe! Aguardemos!

Até lá, abraços!



sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Atualização – Outubro/2018




Saudações!

Tirando as teias do blog!!

O mês de Outubro serviu para organizar um plano de negócio. Agora é tirar do papel a ideia e receber os rendimentos.




Receitas e Despesas
A receita teve um pequeno acréscimo este mês com uma venda.

Já as despesas ficaram dentro do programado, mas foram baixas em função da postergação do pagamento de contas.

Aportes
Exatos R$ 543,45 aportados na bolsa. Comprei ABEV. Outros investimento foram postergados para o próximo mês, também.

Rendimentos e Dividendos
Outubro repetiu Setembro:
R$ 0,51 – ITUB3
R$ 3,85 – BRCR11

No total, R$ 4,36.

Continuo entusiasmado. Novembro promete crescimento neste valor.

Patrimônio Líquido
A carteira, ao final do mês, ficou em R$ 47.512,75. Um bom crescimento. Altas expressivas da bolsa e da renda fixa somaram ao aporte deste mês.

Para Novembro
A expectativa é fazer um bom aporte até o final do mês.

Até lá! Abraços!



sábado, 13 de outubro de 2018

Atualização – Setembro/2018



Saudações a todos

Este mês, a atualização está atrasada e será relâmpago. 




Abdiquei do tempo dedicado ao blog e a outras coisas, para estudar uma nova forma de receita.

A ideia talvez não traga rendimentos imediatamente, mas estará guardada para o futuro.

Então, vamos ao que interessa!

Receitas e Despesas
Receita estável.

Despesas também. Provisões futuras deixaram esse item bem próximo das receitas.

Aportes
R$ 1.072,35 aportados. Este mês não teve saques. Recoloquei parte da reserva, reservei parte para a aposentadoria e comprei ações da Fleury.

Rendimentos e Dividendos
Se em agosto fui atropelado por um caminhão de dividendos, em setembro a coisa ficou magra.

R$ 0,51 – ITUB3
R$ 3,85 – BRCR11

No total, R$ 4,36.

Mesmo assim, continuo entusiasmado.




Patrimônio Líquido
A carteira, ao final do mês, ficou em R$ 46.012,43. Outro crescimento praticamente zero. 

Não explanarei aqui o porquê disso, pois não consegui estudar cada parte do portfólio. Mas ficarei atento ao próximo, para entender o motivo desta estagnação, mesmo aportando mensalmente.

Para Outubro…
Única meta: organizar a contabilidade!




Fico por aqui e até a próxima!!!




sábado, 8 de setembro de 2018

Atualização – Agosto/2018


Bom dia, boa tarde, boa noite!

O mês de Agosto passou voando! O trabalho, os estudos e, principalmente, a vida pessoal consumiram grande parte do mês.

Receitas e Despesas
Neste mês, a receita manteve-se estável.

As despesas também. Porém, o valor ficará acima do que vinha divulgando em função das mudanças de apresentação do portfólio, alcançando 70% da renda. Mesmo investindo os valores para pagamentos de contas futuras (provisões), contabilizei-os como gasto e não mais como investimento.

Assim, o valor investido também diminuiu. Estou procurando a melhor forma de contabilizar estes gastos/investimentos. O objetivo é não ficar reduzindo o patrimônio a todo momento quando precisar sacar os valores investidos. Ficará como uma reserva de caixa, contabilizado a parte.

Aportes
Este mês computei, no total, R$ 187,00 aportados. Saquei uma parte da reserva para alguns gastos emergenciais e comprei mais ações das Lojas Renner.

O valor do aporte reduziu drasticamente em função da mudança de contabilização, mas também por falta de tempo em alocar os valores que estão na conta. A contabilização fará também o aporte mensal variar.

Rendimentos e Dividendos
Em agosto entrou um caminhão de dividendos.

R$ 25,34 – ITUB3
R$ 4,97 – WEGE3
R$ 13,20 – KROT3
R$ 1,48 – LINX3
R$ 3,92 – UGPA3
R$ 6,58 – GRND3
R$ 14,15 – BBSE3
R$ 4,37 – BRCR11

No total, R$ 74,01.

Sei que não será assim todos os meses. Porém, é um grande estímulo a continuar aportando.

Distribuição em Ativos

Renda Fixa – Tesouro, CDB e LCI
Em relação a carteira total, a Renda Fixa reduziu o seu tamanho para 75,76% (era em torno de 80%). A sua rentabilidade ficou em 0,36%, ficando assim distribuída.






Ações
Com mais de 20% da carteira, as ações apresentaram rendimento negativo de 8,21%. Aqui, quero estudar sobre os ajustes em função de proventos. Possivelmente estes valores se alterarão.




Fundos de Investimento Imobiliário
Ainda com somente um Fundo, o BRCR11, os FII mantém 2,17% do total da carteira, apresentando em agosto um rendimento de 1,64%.

Criptomoedas
São 1,93% do portfólio.

Patrimônio Líquido
Desta maneira, a posição da carteira ao final do mês ficou em R$ 45.910,29. Um crescimento praticamente zero.

Os 17 centavos a mais do que o mês passado é explicado na rentabilidade negativa das ações e das criptos que empataram o aporte.

Acumulado Anual



Para Setembro…
No financeiro, teremos um mês normal, com foco em continuar aportando e organizando as finanças.

No resto, ainda preciso pensar…

Fico por aqui. Até a próxima!!!



quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Atualização de patrimônio – Julho/2018


Caríssimos,

O segundo semestre chegou com tudo. As contas grandes começaram a testar a estratégia de reserva para gastos sazonais. Por enquanto, estamos passando bem.

Em função de algumas dúvidas na estruturação do portfólio, resolvi reorganizá-lo e, em função das mudanças, não postarei alguns detalhes.



As Receitas e as Despesas
A receita deste mês trouxe salário (sem aumento) e restituição do IR.

Não contabilizarei aqui os gastos de Julho, pois estou repensando o que contabilizarei como gastos e investimentos.


Aportes, Rendimentos e Dividendos do Mês
Os aportes foram em Tesouro, Ações e CDB.

Rendimentos e dividendos do Mês:
R$ 0,21 – ITUB3
R$ 3,68 – ABEV3
R$ 3,85 – BRCR11


O Patrimônio Líquido

Com a reformulação, no final das contas, meu patrimônio reduziu.

R$ 45.910,12



Aqui também não postarei os detalhes devido às mudanças.


Concluindo…
O comprometimento com alterações de hábitos está evoluindo:

Reiniciei as caminhadas. Fiz menos que a meta, mas importante foi ter retomado.

Fiquei três dias sem acrescentar açúcar ou comer doces. Fiquei satisfeito e lembrei que posso assumir o controle.

Nas finanças, pretendo concluir a reformulação do portfólio, repensando alguns conceitos que tinha estabelecido. Os investimentos também se alterarão em função disso. Explicarei no futuro.

E Agosto…?
Para o próximo mês, continuar na mudança de atitude relacionado à qualidade de vida e à saúde:
  • Dias de exercício realizados – a meta agora é realizar pelo menos um dia de caminhada por semana.
  • Alimentação – como consegui a meta inicial, que era ficar sem doce por três dias, agora vou focar na qualidade dos alimentos. Iniciar uma readequação alimentar.
  • Leitura de livros: Terminar a leitura que estou fazendo e começar outra relacionada ao mundo das finanças.

Para finalizar, faço aqui uma nota de pesar pelo falecimento do blogueiro Viver de Construção (VDC).

Comecei a acompanhar o blog do VDC no início de 2017 e, desde então, vinha aprendendo muito com o seu trabalho.

Fica aqui registrada a minha gratidão por todo o aprendizado e a esperança de que ele tenha aproveitado, em vida, o caminho percorrido durante a sua batalha em busca da independência financeira.


Um abraço a tod@s e sigamos na luta!