segunda-feira, 3 de junho de 2019

Atualização – Maio/2019



Olá, Tudo Bem?!

Tudo beeeeeemmmm?


Maio acabou. Nosso primeiro grande título venceu, pagou juros e já foi reinvestido. Junho deu as caras. Festa Junina batendo na porta e eu quero mais é sossego... e Patrimônio aumentando.

Receitas e Despesas
A receita de Maio estabilizou. As despesas que subiram. Compras para casa, alimentação e uma viagem foram as responsáveis. Mas tudo bem calculado e suavizado, ainda mais pela redução de gastos do mês passado. Gastos atingiram 55% da receita em Maio.

Aportes
Neste mês, além dos aportes vindos da receita, o recebimento de uma LCI e do Tesouro IPCA+ 2019 foram responsáveis pelo incremento na renda variável.
Fora o valor inicial do Tesouro, reinvestido no IPCA+ 2024, contabilizei, ao todo, R$ 3.115,38 para mais Tesouro, Fundos Imobiliários e Ações
Com o recebimento dos juros, a lista de investimentos foi grande! Adquiri mais cotas do Fundo GGRC11 e entrei em mais outros 4: KNRI11, HGLG11, VISC11 e BCFF11. Também comprei mais ações de CIEL3 e me tornei sócio da EZ TEC (EZTC3).

Rendimentos e Dividendos
Novamente, os proventos superaram a casa dos três dígitos. Renda passiva vicia!




Resumo dos proventos do mês:
R$ 0,76 – ITUB3
R$ 6,71 – KROT3
R$ 4,09 – LINX3
R$ 31,31 – GRND3
R$ 0,28 – CVCB3
R$ 38,49 – FLRY3
R$ 11,30 – BRCR11
R$ 3,43 – RNGO11
R$ 2,37 – IRDM11
R$ 0,67 – GGRC11
R$ 0,54 – CEOC11
R$ 0,50 – FFCI11
R$ 3,40 – XPLG11
R$ 1,53 – MXRF11
Ao total, foram R$ 105,42.

Patrimônio Líquido
O patrimônio se aproxima dos 70mil, atingindo R$ 68.341,56.


70k está quase...foco na construção!


Junho? Junho? Junho?
Mesmo com Festa Junina se aproximando, a ideia é manter gastos no programado, aumentar receita com pequenas vendas e aproveitar a Vida! Foco no aumento do Patrimônio. Segue o jogo

e Felicidade a todos!



quarta-feira, 8 de maio de 2019

Atualização – Abril/2019




Opa, Tudo Certo?!

Por aqui, experimentei outro mês com proventos recheados, um aumento de salário e gastos fixos PULVERIZADOS. Abril foi excelente para o lado financeiro.




Receitas e Despesas
A receita recebeu o acréscimo do tão esperado aumento. Há dois anos que não recebia um destes. Incremento de mais de 5%. Só não superou a inflação do período. A despesa também foi destaque. Com um aperto intencionado das contas e o foco na redução de desperdícios, alcançamos a marca de 42% da receita. Só não foi melhor, por que tivemos gastos médicos inesperados.


Aportes
O aumento de renda e a economia nos gastos fixos, possibilitará o crescimento nos aportes. Só não será descrito neste mês, porque o aporte ficou para o início de maio.
Para Abril, contabilizei R$ 1.335,65 em investimentos na poupança, no tesouro e em Fundos Imobiliários.
Adquiri mais cotas dos Fundos XPLG11 e MXRF11, mas, desta vez, não com os restos. Aliás, o MXRF11 foi a minha primeira subscrição na bolsa. Mais 6 cotas, além das compradas no início do mês.


Rendimentos e Dividendos




Como vocês poderão ver, neste mês não chegamos aos três dígitos, muito menos próximos aos R$ 241,00 do mês anterior. Porém, a satisfação e o fascínio pela renda passiva ampliaram com este novo embolso.

Resumo do mês:

R$ 0,76 – ITUB3
R$ 14,59 – LREN3
R$ 3,19 – KROT3
R$ 9,41 – MDIA3
R$ 25,30 – IRBR3
R$ 24,30 – PSSA3
R$ 4,51 – BRCR11
R$ 3,36 – RNGO11
R$ 2,47 – IRDM11
R$ 0,68 – GGRC11
R$ 0,55 – CEOC11
R$ 0,50 – FFCI11
R$ 0,68 – XPLG11
R$ 0,07 - MXRF11

Total = R$ 90,37.


Bons Dividendos


Patrimônio Líquido
O patrimônio chega a R$ 64.399,21.


E Maio?
As finanças de Maio serão afetadas por uma viagem comemorativa, Dia das Mães e compras necessárias para a casa. Ademais, o barco segue no mesmo.

Obrigado pela passada por aqui! Um abraço a todos e até a próxima!

domingo, 7 de abril de 2019

Atualização – Março/2019



Saudações,

Volto aqui para comemorar o mês em que mais recebi proventos das empresas de que sou sócio e dos fundos que possuo.


O Caixa ficando forte


Receitas e Despesas
Nestes quesitos, nada de novo. Receita com incremento de pequenas vendas. E despesas ultrapassando o programado, chegando a 60% da receita.

Aportes
Como demorei para movimentar a conta, a maior parte do que foi recebido não foi aportado. Ficou para contabilização de aportes do mês de abril. Em Março, apenas R$ 243,52 foram efetivamente investidos em ações e FII.
Finalmente me associei à EZ TEC e adquiri uma cota do MXRF11. Exatamente! Comprei EZTC3 e com o que sobrou na corretora deu pra comprar uma cota deste fundo.

Rendimentos e Dividendos
Todo este aporte graças, apenas, aos rendimentos de fundos e recebimento de dividendos e JCP do mês.




Carros-chefes foram Itaú e BC Fund.

No mês:
R$ 87,28 – ITUB3
R$ 5,27 – WEGE3
R$ 11,90 – UGPA3
R$ 8,87 – CIEL3
R$ 120,78 – BRCR11
R$ 3,36 – RNGO11
R$ 1,61 – IRDM11
R$ 0,83 – GGRC11
R$ 0,54 – CEOC11
R$ 0,50 – FFCI11
R$ 0,67 – XPLG11

Totalizando, R$ 241,61.


Patrimônio Líquido
Assim, o patrimônio toca nos 63k, chegando a R$ 62.981,94.

E Abril?
Finanças em Abril tem novidades. Aumento de salário pintando, somado ao foco na redução de despesas, prometem uma renda maior para aportes. Esperemos...

E até lá, um abraço a todos!


terça-feira, 5 de março de 2019

Atualização – Janeiro e Fevereiro/2019


Saudações, amigos e amigas da Blogosfera!

O que aconteceu? Esta bodega fechou?


Cadê o ProfessÔ?!


PI enriqueceu?




Definitivamente, não!

Só não estava conseguindo chegar a este momento de divulgação do patrimônio. Então, sem delonga, vamos aos fatos.

2018 passou, com muito aprendizado e crescimento do patrimônio tranquilo. 2019 vem com tudo. Algumas promessas e metas a serem buscadas…

Como não fiz a atualização de janeiro, vou resumir agora e em seguida, apresento os resultados de fevereiro.

Receitas Janeiro/2019 – foram incrementadas com alguns “atrasados”. Nada muito relevante.

Despesas Janeiro/2019 – mês atípico, de férias, gastos subiram. Chegaram a 80% da receita. Sabe quanto foi para o pagamento de contas de final/início de ano? Nada vezes zero! E viva a mensalização destas contas.

Aportes Janeiro/2019 – R$ 3.390,37 em Ações, CDB, Tesouro, Poupança e um engatilhado na Conta-Corrente.


Ouvi Poupança???


É... poupança... e Conta-Corrente. Sem tempo para explicar.

Rendimentos e Dividendos – Muitos. R$ 37,48.

Patrimônio Líquido – passamos os 60k, chegando a R$ 61.650,36!


...e contando!


Agora, Fevereiro
Após passadas as férias, voltamos com toda a vontade. Gastos continuaram altos com reformas, mas os investimentos também estão bombando.

Receitas e Despesas
Receita novamente com “não recorrentes”, incrementando o bolo. Despesas passando do programado, chegando a 57% da receita, porém, com gastos grandes para as reformas que fizemos em casa.

Aportes
R$ 1.378,44 em ações, FII e Tesouro. Alguns CDBs e LCIs venceram e, junto aos valores parados em conta e na poupança, realoquei em CDB de médio prazo.
Neste mês, estudei a entrada em novos fundos. Os escolhidos foram o CEOC11, FFCI11, GGRC11 e XPLG11. Além de aumentar minha participação em CIEL3 e FLRY3.

Rendimentos e Dividendos
No mês:
R$ 0,76 – ITUB3
R$ 12,28 – BBSE3
R$ 4,51 – BRCR11
R$ 3,36 – RNGO11
R$ 2,37 – IRDM11
R$ 0,54 – CEOC11
R$ 0,50 – FFCI11

Totalizando, R$ 24,32 entre proventos e dividendos.


Patrimônio Líquido
Assim, o patrimônio chega a R$ 62.777,39, aumentando gradativamente e com segurança.

E Março?
Março vem aí, com metas renovadas, muito trabalho e foco total no crescimento pessoal, no qual inclui a vida financeira. Estou olhando oportunidades de criar outras formas de receita. Mas isso, conto outra hora.

Até lá e abraço a todos!


segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Atualização – Dezembro/2018 (Fechamento do Ano)




Saudações, amigos e amigas da Blogosfera!


Fala, seus abestadus!!


Fechando a conta e passando a régua em 2018... Foi PUXAAAAADOOO! Ano de muito trabalho, de estudos e de evolução nas finanças.

Após algumas leituras, em outros blogs e reflexões, resolvi mudar um pouco o blog, deixando apenas o lado financeiro aparecer. Isso deve ter ficado perceptível nas últimas postagens, quando parei de falar de pontos pessoais, como saúde e trabalho. Por enquanto, ficamos assim. Só finanças. Mas está é uma mudança que merece mais reflexão em 2019.

Em 2018, de positivo, além dos investimentos realizados, pude me dedicar ao estudo e à qualificação pessoal voltada à educação financeira. Também consegui consolidar o Fundo para gastos sazonais previsíveis e estou indo além. Falarei mais sobre isso, nos próximos meses.

De negativo, apenas o não alcance da meta patrimonial.

Bora lá fazer a atualização!

Receitas e Despesas
A receita foi maior este mês em função do recebimento de férias, 13º e do resultado do negócio relâmpago. As despesas representaram apenas 45% da receita, porém, neste mês, fiz alguns ajustes na contabilidade, não dando a possibilidade de estabelecer uma comparação exata com os outros meses.

Aportes
Os aportes somaram R$ 2.779,77 e foram realizados em Fundos de Investimentos Imobiliários e CDB.
Neste mês, estudei a entrada em novos fundos. Os escolhidos foram o RNGO11 e o IRDM11.

Rendimentos e Dividendos
No mês:
R$ 14,97 – ABEV3
R$ 0,51 – ITUB3
R$ 0,56 – LINX3
R$ 11,13 – PSSA3
R$ 3,90 – CVCB3
R$ 5,32 – CIEL3
R$ 3,85 – BRCR11


Total de R$ 40,24.


Money, money, money...


Patrimônio Líquido
A carteira, ao final deste ano, ficou em R$ 55.986,79. Um bom crescimento – 67% neste ano.


Professor, construindo seu patrimônio.


Enfim, 2018...

Nas finanças, este foi um ano mais tranquilo em relação ao anterior. Consolidações, aportes consistentes e frequentes, e outras situações ajudaram na construção patrimonial sólida, apesar de ainda estarmos no início.

Em relação às metas, vou lançar em outro post aquelas que atingi e as que não alcancei. Adianto que o saldo foi positivo!

Para 2019…
A expectativa é aumentar gradativamente o patrimônio, mantendo uma segurança nas finanças, sem deixar de olhar oportunidades e de buscar novas formas de receita. 

Ainda estou montando as metas para este próximo ano, a partir da avaliação das de 2018. Quando prontas, coloco aqui.

Até lá, abraços!




quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Atualização – Novembro/2018



Novembro finalizado, é hora do Professor tirar as teias do blog e mostrar o que aconteceu no mês. Resumindo: nada!




O negócio planejado não rendeu muito. O investimento foi pago e sobrou algum. Mas, a pessoa responsável pelo trabalho encontrou outro trabalho. Receberei o lucro no próximo mês.

Receitas e Despesas
A receita, portanto, veio do apenas da remuneração mensal. As despesas ficaram dentro do programado, não ultrapassando 70% da renda total.

Aportes
R$ 1.405,86 divididos em Tesouro, CDB para Reserva e Bolsa. Comprei mais ações da M Dias Branco e entrei como sócio da Cielo.

Rendimentos e Dividendos
Novembro retornou mais dividendos:
R$ 0,51 – ITUB3
R$ 9,82 – KROT3
R$ 9,23 – GRND3
R$ 5,44 – IRBR3
R$ 3,85 – BRCR11

Fechando R$ 28,85.

Patrimônio Líquido
A carteira, ao final do mês, rompeu os 50k, novamente, ficando agora em R$ 52.320,10. Um ótimo crescimento.

Para Dezembro…
A expectativa é aumentar os aportes, com a chegada de 13º entre outros. Talvez tocar nos 60k, no final das contas. Quem sabe! Aguardemos!

Até lá, abraços!



sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Atualização – Outubro/2018




Saudações!

Tirando as teias do blog!!

O mês de Outubro serviu para organizar um plano de negócio. Agora é tirar do papel a ideia e receber os rendimentos.




Receitas e Despesas
A receita teve um pequeno acréscimo este mês com uma venda.

Já as despesas ficaram dentro do programado, mas foram baixas em função da postergação do pagamento de contas.

Aportes
Exatos R$ 543,45 aportados na bolsa. Comprei ABEV. Outros investimento foram postergados para o próximo mês, também.

Rendimentos e Dividendos
Outubro repetiu Setembro:
R$ 0,51 – ITUB3
R$ 3,85 – BRCR11

No total, R$ 4,36.

Continuo entusiasmado. Novembro promete crescimento neste valor.

Patrimônio Líquido
A carteira, ao final do mês, ficou em R$ 47.512,75. Um bom crescimento. Altas expressivas da bolsa e da renda fixa somaram ao aporte deste mês.

Para Novembro
A expectativa é fazer um bom aporte até o final do mês.

Até lá! Abraços!